Sexta, 05 de Março de 2021 04:53
43 9.9683-7009
VARIEDADES Região

Conheça Clemilda Thomé, a Sapopemense Bilionária e uma das mulheres mais influentes do Brasil

Clemilda Thomé, a Cle, é hoje uma das mulheres mais bem-sucedidas do Brasil.

20/01/2021 17h51 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Época
Reprodução/época
Reprodução/época

Clemilda Thomé, a Cle, é hoje uma das mulheres mais bem-sucedidas do Brasil. Sua grande virada aconteceu quando o Grupo Suiço Straumann, líder mundial na Implantodontia, adquiriu, em 2015, 100% da Neodent, empresa especializada em implantes dentários, que ela abriu junto do ex-marido.

A empresária, hoje é dona de uma holding com mais de oito empresas nos segmentos de educação e saúde, comanda mais de 300 funcionários diretos, além de um Instituto de Desenvolvimento Pessoal, que lidera ao lado seu marido, Mamá Brio e do ex-lutador de MMA, Rogério Minotouro.

Acontece que quem vê de fora a DSS Holding não faz ideia dos perrengues nada chiques que ela passou.

Clemilda Jesus Rodrigues de Paula Thomé nasceu no Natal de 1954, em Sapopema, Interior do Paraná. É a 14ª filha de 15 filhos, sendo 9 homens e seis mulheres (alguns já falecidos), de uma família de agricultores.

A casa da infância, que não tinha geladeira, abrigava 5 pessoas em um único quarto, era cenário de muita conversa à beira do fogão a lenha.

“Minha família era pobre de dinheiro, mas falo com orgulho que era milionária em educação, respeito e fé e tenho certeza de que tudo isso me transformou na mulher que sou hoje”, me diz ela.

A reviravolta começou cedo, ainda criança. Aos nove anos, precisou sair da cidade para estudar porque não tinha mais escolas na região. Aos 10 anos, ao voltar para sua cidade natal para ficar um tempo com os pais, um incêndio florestal, entre agosto e setembro de 1963, que atingiu 128 cidades e matou 110 pessoas, atingiu sua casa.

A família Rodrigues de Paula, de Clemilda, perdeu toda a plantação e os animais que tinham morreram.

O Jornal Gazeta do Povo conta que aproximadamente 8 mil imóveis, entre casas, galpões e silos, viraram cinzas. Cerca de 5,7 mil famílias, a grande maioria formada por trabalhadores rurais, ficaram desabrigadas.

“Me mudei para Curitiba com meus avós e parte dos meus irmãos. Aos 11, decidi que era hora de começar a trabalhar e passei a sair sozinha pela cidade, para garantir o seu sustento e não se acomodar apenas com as tarefas do lar, que não eram poucas”, me revela ela.

A menina do interior mal sabia falar, era tímida, e não conhecia o telefone, foi ser telefonista do Jornal Gazeta do Povo.

Lá aprendeu observando.

Naquele tempo, a mãe acordava às 4h para ir até o INSS servir café para as pessoas que esperavam na fila, como uma de ajudar nas despesas da casa.

“Eu pegava um ônibus e ia até o ponto final e voltava. Esse era o momento que eu aproveitava para estudar e ler, observar a cidade, almoçar – o que geralmente era apenas uma banana – e ter paz comigo mesma.”

Em Curitiba, Clemilda fez de tudo um pouco: trabalhou em joalheria, vendeu linha branca da Brastemp. O sonho era fazer medicina, porém, sem condições financeiras para tal, resolveu fazer instrumentação cirúrgica, para entender melhor a área. Apesar da paixão que crescia pela profissão, certa vez, porém, durante uma cirurgia cardíaca, o cirurgião disse que “ela nunca conseguiria, afinal, era mulher e não tinha condições para chegar em tal patamar”.

Sugeriu que ela cursasse Sociologia, Psicologia, Biologia, ou qualquer outro curso que não fosse Medicina.

“Hoje, de certa forma, eu o agradeço, pois ao invés de desistir, ressignifiquei meu seu sonho e entendi que o sucesso e a realização profissional ainda estariam por vir. Resolvi, então, cursar Psicologia.”

Em 1992, junto com o ex-marido, abriu a Neodent, empresa de implantes dentários. Para isso venderam um carro velho e um terreno. Para adquirir lugar de fala, foi estudar Odontologia.

A jornada tripla, apesar de cansativa, não a desanimava. Quando o ex-marido sofreu um infarto e precisou se afastar das atividades, já era mãe, empresária e estudante. Aos 37 anos, graduou-se em Odontologia e, em 15 anos, a empresa virou líder nacional em seu segmento.

Em 2004, fundaram o Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico – ILAPEO, centro de excelência em pesquisa e pós-graduação em Odontologia, reconhecido internacionalmente.

Em 2012, iniciou-se uma fase de transição para venda ao Grupo Suíço Straumann.

Dicas de ouro

Pergunto a Clemilda, do alto da sua experiência, o que ela pode dizer ao leitor da coluna cujo sonho é empreender:

Tenha um mentor

“Se for empreender, empreenda para fazer a diferença, para contribuir de alguma forma para um mundo melhor. Esse foi meu pensamento quando comecei. Estude, pesquise, informe-se sobre o negócio que pretende abrir ou sobre a área que pretende atuar, faça networking, converse com pessoas que já passaram por esse processo, tenha mentores para lhe orientar e não tenha medo. Se você tem um mentor, tem meio caminho andado, pois ele poderá lhe concede ensinamentos, porque já vivenciou o que você vai vivenciar. Com isso, poderá tomar decisões mais assertivas.”

Pivote

“Esteja disposto a mudar o processo se necessário, pois nem sempre tudo sai conforme o planejado. Seja flexível e tenha paciência, pois o sucesso é a combinação de persistência e consistência. Eu mesma tive que mudar alguns caminhos e processos quando vi que o que tinha planejado inicialmente não estava dando os resultados esperados, e isso faz parte.”

Seja resiliente

“Temos que ser resilientes e não ter medo de arriscar, mudar e se preciso começar do zero. E não esqueça: Nada vence a disciplina de fazer a mesma coisa todos os dias.”

Cerque-se da excelência

“A primeira coisa que fiz foi me cercar de um staff de excelência, contratando inclusive pessoas que trabalhavam comigo e que haviam sido desligadas. Fui estudar, buscar técnicas, buscar caminhos de inovações e quando montei a holding, porque obviamente todo nova empresa traz desafios, eu busquei a mesma persistência que tive no início, só que agora com muito bagagem profissional, com mais recursos financeiros. A lição que fica pra mim é: sendo empreendedor ou investidor é preciso sempre investir em si e nos seus colaboradores. Sem isso, não há como ter sucesso.”

Para Clemilda, "viver uma vida de verdade já é dar o exemplo".

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Curiúva - PR
Atualizado às 04h52 - Fonte: Climatempo
18°
Muitas nuvens

Mín. 18° Máx. 23°

18° Sensação
8.6 km/h Vento
99.3% Umidade do ar
80% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (06/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (07/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias